domingo, 28 de maio de 2017

LIVRO PALAVRAS DE VIDA ETERNA - CAP. 94 - APRENDENDO - MARIA - 28-05-2017

APRENDENDO

“Tornai-vos, pois, praticantes de palavra e não somente ouvintes, enganando-vos a vós mesmos”. (TIAGO, 1:22.)


Cada vez que as circunstâncias te induzam a ouvir as verdades do Evangelho, não admitas que o acaso esteja presidindo a semelhantes eventos. Forças ocultas estarão acionando a oportunidade, a fim de que te informes quanto ao teu próprio caminho.
Não te faças, pois, desatento, porquanto, a breve espaço, serás naturalmente chamado pela vida para testemunhar.
Observa a escola e as disciplinas com que se formam determinados profissionais.
Acadêmicos de Medicina ouvem lições para curar os doentes ou auxilia-los; estudantes de Engenharia escutam ensinamentos para que os apliquem à técnica das construções no plano terrestre; contabilistas gastam tempo, de modo a garantirem a sustentação do comércio, na arte de fazer contas; tecelões assimilam princípios, em torno de certas máquinas, para atenderem, oportunamente, à indústria do fio...
Qualquer estudo nobre é aquisição inapreciável, mas se mora estanque, na alma de quem aprende, assemelha-se a pão escondido aos que choram de fome.
Ouvir, sim, os preceitos da Espiritualidade Superior, mas agir, segundo nos orientam, porque, se sabemos e não fazemos o que o bem nos ensina, melhor fora não saber, para não sermos tributados, com taxas de maior sofrimento, nas grades da culpa.
  

sábado, 20 de maio de 2017

LIVRO PALAVRAS DE VIDA ETERNA - CAP. 93 - BENEFICÊNCIA E PACIÊNCIA - MARIA - 20-05-2017

BENEFICÊNCIA E PACIÊNCIA

“A caridade é paciente e benigna...” – Paulo
(I CORÍNTIOS, 13:4.)


Beneficência, sim, para com todos:
Prato dividido.
Veste aos nus.
Remédio aos doentes.
Asilo aos que vagueiam sem teto.
Proteção à criança sem teto.
Auxílio ao ancião em desvalimento.
Socorro às viúvas.
Refúgio aos indigentes.
Consolo aos tristes.
Entretanto, é preciso estender a bondade igualmente noutros setores:
Compreensão em família.
Trabalho sem queixa.
Cooperação sem atrito.
Pagamento sem choro.
Atenção a quem fale, ainda mesmo sem qualquer propósito edificante.
Respeito aos problemas dos outros.
Serenidade às provocações.
Tolerância para com as idéias alheias.
Gentileza na rua.
A beneficência pode efetuar prodígios, levantando a generosidade e conquistando a gratidão; contudo, em nome da caridade, toda beneficência, para completar-se, não pode viver sem a paciência.
  

segunda-feira, 8 de maio de 2017

LIVRO PALAVRAS DE VIDA ETERNA - CAP. 93 - SERVIÇO E INVEJA - MARIA - 08-05-2017

SERVIÇO E INVEJA

“... A caridade não é invejosa...” – Paulo
(I CORÍNTIOS, 13:4.)


Muitos companheiros asseveram a disposição de ajudar, em nome da caridade; entretanto, para isso, exigem os recursos que pertencem aos outros.
Querem amparar os necessitados...
Mas dizem aguardar vencimento igual ao do colega que lhes tomou a frente na organização de trabalho.
Declaram-se inclinados ao socorro de meninos desprotegidos...
Alegam, todavia, que apenas assumirão a iniciativa quando possuírem casa semelhante à do amigo mais próspero.
Afirmam-se desejosos de colaborar na construção da fé, amando e esclarecendo a quem sofre...
Interpõem, no entanto, a condição de desfrutarem a autoridade dos irmãos que se encarregam dessa ou daquela instituição, antes deles.
Expõem a intenção de escrever, na difusão da luz espiritual...
Contudo, somente entrarão em atividade quando dispuserem da competência de quantos já despenderam larga parte da vida, na estruturação da palavra escrita.
Se aspiras a servir ao bem, não te detenhas na cobiça expectante, a pedir que a possibilidade dos outros te passe às mãos.
A caridade não é invejosa.
Façamos a nossa parte.
  

LIVRO PALAVRAS DE VIDA ETERNA - CAP. 92 - SOLIDARIEDADE - MARIA - 08-05-2017 (ÁUDIO/VÍDEO)