sábado, 20 de maio de 2017

LIVRO PALAVRAS DE VIDA ETERNA - CAP. 93 - BENEFICÊNCIA E PACIÊNCIA - MARIA - 20-05-2017

BENEFICÊNCIA E PACIÊNCIA

“A caridade é paciente e benigna...” – Paulo
(I CORÍNTIOS, 13:4.)


Beneficência, sim, para com todos:
Prato dividido.
Veste aos nus.
Remédio aos doentes.
Asilo aos que vagueiam sem teto.
Proteção à criança sem teto.
Auxílio ao ancião em desvalimento.
Socorro às viúvas.
Refúgio aos indigentes.
Consolo aos tristes.
Entretanto, é preciso estender a bondade igualmente noutros setores:
Compreensão em família.
Trabalho sem queixa.
Cooperação sem atrito.
Pagamento sem choro.
Atenção a quem fale, ainda mesmo sem qualquer propósito edificante.
Respeito aos problemas dos outros.
Serenidade às provocações.
Tolerância para com as idéias alheias.
Gentileza na rua.
A beneficência pode efetuar prodígios, levantando a generosidade e conquistando a gratidão; contudo, em nome da caridade, toda beneficência, para completar-se, não pode viver sem a paciência.
  

segunda-feira, 8 de maio de 2017

LIVRO PALAVRAS DE VIDA ETERNA - CAP. 93 - SERVIÇO E INVEJA - MARIA - 08-05-2017

SERVIÇO E INVEJA

“... A caridade não é invejosa...” – Paulo
(I CORÍNTIOS, 13:4.)


Muitos companheiros asseveram a disposição de ajudar, em nome da caridade; entretanto, para isso, exigem os recursos que pertencem aos outros.
Querem amparar os necessitados...
Mas dizem aguardar vencimento igual ao do colega que lhes tomou a frente na organização de trabalho.
Declaram-se inclinados ao socorro de meninos desprotegidos...
Alegam, todavia, que apenas assumirão a iniciativa quando possuírem casa semelhante à do amigo mais próspero.
Afirmam-se desejosos de colaborar na construção da fé, amando e esclarecendo a quem sofre...
Interpõem, no entanto, a condição de desfrutarem a autoridade dos irmãos que se encarregam dessa ou daquela instituição, antes deles.
Expõem a intenção de escrever, na difusão da luz espiritual...
Contudo, somente entrarão em atividade quando dispuserem da competência de quantos já despenderam larga parte da vida, na estruturação da palavra escrita.
Se aspiras a servir ao bem, não te detenhas na cobiça expectante, a pedir que a possibilidade dos outros te passe às mãos.
A caridade não é invejosa.
Façamos a nossa parte.
  

LIVRO PALAVRAS DE VIDA ETERNA - CAP. 92 - SOLIDARIEDADE - MARIA - 08-05-2017 (ÁUDIO/VÍDEO)

sábado, 22 de abril de 2017

LIVRO PALAVRAS DE VIDA ETERNA - CAP. 91 - APREÇO - MARIA - 22-04-2017

APREÇO

“Dando sempre graças a Deus por tudo em Nosso Senhor Jesus Cristo.” – Paulo
(EFÉSIOS, 5:20.)


O Universo é uma corrente de amor, em movimento incessante. Não lhe interrompas a fluência de vibrações.
Nesse sentido, recorda que ninguém é tão sacrificado pelo dever que não possa, de quando em quando, levantar os olhos ou dizer uma frase, em sinal de agradecimento.
Considera sagradas as tuas obras de obrigação, mas não te esqueças do minuto de apreço aos outros.
Os pais não te discutem o carinho, entretanto, multiplicarão as próprias forças com o teu gesto de entendimento; os filhos anotam-te a bondade, no entanto, experimentarão novo alento com o teu sorriso encorajador; os colegas de ação conhecem-te a solidariedade,
mas serão bafejados por renovadora energia, perante a reafirmação de teu concurso espontâneo, e os companheiros reconhecem-te a amizade, contudo, entesouram estímulos santos, em te ouvindo a mensagem fraterna.
Ninguém pode avaliar a importância das pequeninas doações.
Uma prece, uma saudação afetuosa, uma flor ou um bilhete amistoso conseguem apagar longo fogaréu da discórdia ou dissipar rochedos de sombra.
Não nos reportamos aqui ao elogia que estraga ou à lisonja que envenena. Referímo-nos à amizade e à gratidão que valorizam o trabalho e alimentam o bem.
Por mais dura seja a estrada, aprende a sorrir e a abençoar, para que a alegria seja adiante, incentivando os corações e as mãos que operam a expansão da Bondade Infinita.
O próprio Deus nunca se encontra tão excessivamente ocupado que não se lembre de sustentar o Sol, para que o Sol aqueça, em seu nome, o último verme, na última reentrância abismal.
  

sábado, 15 de abril de 2017

LIVRO PALAVRAS DE VIDA ETERNA - CAP. 90 - EM CONSTANTE RENOVAÇÃO - MARIA CAMPOS - 15-04-2017

EM CONSTANTE RENOVAÇÃO

“Renovai-nos no espírito...” 

Paulo (EFÉSIOS, 4:23.)

Aperfeiçoar para o bem é impositivo da Lei.
Em muitas ocasiões, afirmas-te cansado, sem qualquer recurso para empreender a tua transformação.
Acreditas-te doente, incapaz...
Dizes-te inabilitado, semimorto...
No entanto, agora, como há séculos de séculos, a natureza em tudo é sublime renascimento.
Renovam-se os dias.
Renovam-se as estações.
Velhas árvores decepadas deitam vergônteas novas.
Pedras multimilenárias dão forma diferente aos serviços da evolução.
Na própria química do corpo em que temporariamente resides, a renovação há de ser incessante.
Renova-se o ar que respiras.
Renova-se o alimento que te nutres.
Renova-se a organização celular em que te apóias.
Renova-se a limpeza que te acalenta a saúde.
Deixa, assim, que a tua emoção e a tua idéia se transfigurem para fazer o melhor.
Estuda, raciocina, observa e medita...
Mais tarde, é certo que a reencarnação te conduzirá para novas lutas e novos ensinamentos; entretanto, permanece convicto de que toda lição nobre, aprendida hoje,
por mais obscura e mais simples, será sempre facilidade a sorrir-te amanhã.
  

domingo, 9 de abril de 2017

INESQUECÍVEL ADVERTÊNCIA

“...Que te importa a ti? Segue-me tu.” 

JESUS.
(JOÃO, 21:22.)


Viste, sim, as desilusões com que não contávamos.
Muitos daqueles mesmos amigos que nos exortavam à estrada certa, enovelaram-se nos cipoais da perturbação, como que petrificados na indiferença.
Companheiros que supúnhamos estandartes vivos nas trilhas da verdade, renderam-se a deslavadas mentiras.
Irmãos que nos prometeram fidelidade inquebrantável deixaram-nos a sós, na primeira dificuldade.
Parentes que nos deviam proteção e respeito bandearam-se para campos de sombra e vício, hostilizando-nos o ideal.
E multiplicam-se tropeços para que a nossa caminhada se obstrua.
Converteram-se estímulos em sarcasmos.
Quem nos dava esperança, fornece negação.
Quem ontem nos ajudava, hoje nos desajuda.
Mãos que nos atiravam flores de aplauso fazem agora chover sobre nós as farpas da incompreensão.
Sozinhos, sim...
Muita vez, encontrar-nos-emos, desse modo, entre a expectativa e a solidão.
Nosso primeiro impulso é o de reclamar naquilo que supomos nosso direito; contudo, buscando a palavra do evangelho, surpreendemos a inesquecível advertência do Senhor:
- ...”Que te importa a ti? Segue-me tu”.

sexta-feira, 31 de março de 2017

LIVRO PALAVRAS DE VIDA ETERNA - CAP. 89 - INESQUECÍVEL ADVERTÊNCIA - MARIA CAMPOS - 31-03-2016

VASOS DE BARRO

“Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que na sublimidade seja da virtude de Deus e não de nós”.

Paulo (II CORINTIOS, 4:7.)

Não te furtes a transmitir os dons do Evangelho.
Se caíste, levanta-te e estende as mãos, construindo o melhor.
Se estiveste em erro até ontem, reconsidera o gesto impensado e ajuda aos semelhantes.
Se doente, permanece na confiança, encorajando e esclarecendo a quem te ouve a palavra.
Se cansado, recompõe as próprias forças na fé, e prossegue amparando sempre.
Caluniado, perdoa e esquece o golpe, procurando servir.
Menosprezado, não firas ninguém e esforça-te por ser útil.
Perseguido, esquece o mal e faze o bem que possas.
Insultado, olvida toda ofensa e auxilia sem mágoa.
Em meio de todas as fraquezas e vicissitudes que nos rodeiam a alma, estejamos convictos com o apóstolo Paulo de que possuímos o conhecimento da verdade e a flama do amor, como quem transporta um tesouro em vasos de barro, para que a excelência da virtude resplandeça por luz de Deus e não nossa.
  

sábado, 25 de março de 2017

LIVRO PALAVRAS DE VIDA ETERNA - CAP. 87 - ALIMENTO VERBAL - MARIA CAMPOS - 27-03-2016

ALIMENTO VERBAL

“Más a sabedoria que vem do alto é primeiramente pura, depois pacífica, moderada, tratável.,cheia de misericórdia e de bons frutos...” 

(Tiago, 3:17.)

Encontrarás a frase brilhante, repontando de toda a parte.
Empregam-na cientistas eméritos, articulando as interpretações que lhes vêm à cabeça, tomam-na filósofos variados para a exaltação dos princípios que esposam, usam-na os sofistas de todas as procedências para expressarem as idéias que lhes são próprias, apossam-se dela artistas diversos, colorindo as criações que lhes fluem da alma; entretanto, é preciso recebê-la na pauta do discernimento justo.
Há frases seguras e primorosas, ocultando imagens repelentes, assim como tecidos de ouro e pérolas, escondendo o monturo.
Examina o campo que te fornece alimento verbal.
Seja na escrita de mãos hábeis ou na fala de pessoas distintas, assinala o que recolhes.
A inspiração do Alto nasce na fonte dos sentimentos puros. Busca a edificação da paz, através do equilíbrio e da afabilidade para com todos, manifesta-se no veículo da compreensão fraternal, exprimindo misericórdia, e produz bons frutos onde esteja.
Não te enganes com discursos preciosos, muita vez desprovidos de qualquer sinal construtivo.
É possível não consigas identificar, de pronto, as intenções de quem fala; entretanto, podes observar os resultados positivos da ação de cada conversador. E pelos frutos que pendem na árvore da vida de cada um, sabes perfeitamente a escolha que te convém.
  

sexta-feira, 17 de março de 2017

LIVRO PALAVRAS DE VIDA ETERNA - CAP. 86 - NÃO TE ENQUIETES - MARIA CAMPOS - 17/03/2017

NÃO TE INQUIETES

“Não estejais inquietos por coisa alguma”.– Paulo
(FILIPENSES, 4:6.)


A observação do apóstolo Paulo é importante para todos os dias.
Ninguém esteja inquieto por coisa alguma.
Em verdade, a inquietação é fator desencadeante de numerosas calamidades.
Na maioria das vezes, está presente no erro de cálculo que compromete a construção, na dosagem inadequada do remédio que se transforma em veneno, no acidente infeliz ou no desastre da via pública.
É quase sempre um espinho no lar, um cáustico no ponto de vista, uma brasa no caminho e uma pedra na profissão.
É por ela que, muitas vezes, pronunciamos a expressão descabida e articulamos o julgamento falso a respeito dos outros.
Com ela, geramos preocupações enfermiças e arruinamos a estrada própria.
Contudo, a pretexto de aboli-la, é indispensável não venhamos a cair na preguiça.
Muita gente, a pretexto de evitar a inquietação, asila-se em comodismo deplorável, alegando que foge de trabalhar para não se afligir.
Entendamos, porém, no verdadeiro sentido, a recomendação judiciosa de Paulo. Ele que disse “não estejais inquietos por coisa alguma” nunca esteve ocioso.
  

sexta-feira, 3 de março de 2017

LIVRO PALAVRAS DE VIDA ETERNA - CAP. 85 - SE ASPIRAS A SERVIR - MARIA CAMPOS - 03/03/2017

SE ASPIRAS A SERVIR

“Aprendi a contentar-me com o que tenho.” – Paulo
(FILIPENSES, 4:11.)


Afirmas-te no veemente propósito de servir; entretanto, para isso, apresenta cláusulas diversas.
Dispões de recursos próprios, conquanto humildes, para as tarefas do socorro material; contudo, esperas pelo dinheiro dos outros.
Tens contigo vastas possibilidades para alfabetizar os necessitados de instrução, mas esperas um título oficial que talvez nunca chegue.
Mostras pés e braços livres que te garantem o auxílio aos irmãos em prova; entretanto, esperas acompanhantes que provavelmente jamais se decidam ao concurso fraterno.
Relacionas talentos múltiplos, a fim de cumprires abençoada missão de amor puro entre os homens; todavia, esperas em família pelo companheiro ideal.
Se acordaste para a cooperação com Jesus, recorda a afirmativa de Paulo: “Aprendi a contentar-me com o que tenho”.
Quando o apóstolo escreveu essa confissão, estava preso em Roma.
Em torno dele, o ambiente doloroso do cárcere. Guardiães desalmados, companheiros infelizes, pragas e palavrões. Nem sempre pão à mesa, nem sempre água pura, nem sempre consolação, nem sempre voz amiga...
No entanto, ao invés de desanimar, o pioneiro do Evangelho cede vida e força,
serenidade e bom ânimo de si próprio.
Se aspiras a servir aos outros, servindo a ti mesmo, no reino do Espírito, não percas tempo na expectativa inútil, pois todo aquele que sente, e age com o Cristo, vive satisfeito e procura melhorar-se, melhorando a vida com aquilo que tem.
  

domingo, 26 de fevereiro de 2017

LIVRO PALAVRAS DE VIDA ETERNA - CAP. 84 - DIVINOS DONS - MARIA CAMPOS - 26/02/2017

DIVINOS DONS

“Porque Deus não nos deu o Espírito de temor, mas de fortaleza, de Amor e de Moderação”.
PAULO (II TIMÓTEO, 1:7.)


Realmente, não foi o Pai Excelso quem nos instilou o Espírito do medo. Ao revés disso, conferiu-nos largamente a fortaleza da coragem, o amor e a moderação.
Todos somos, assim, dotados de recursos para desenvolver, ao infinito, os dons divinos de fortaleza que é valor moral, do Amor que é serviço incessante no bem e da moderação que define equilíbrio.
Entretanto, à maneira do operário que foge à máquina, acreditando receber impunemente o salário da oficina, sem o suor do trabalho, desertamos da responsabilidade, supondo obter sem paga os benefícios da vida, sem o esforço do próprio burilamento. O operário, nessas circunstâncias, ganha vantagens materiais; contudo, na intimidade, permanece no nível da incompetência; e nós outros, em semelhante atitude,podemos desfrutar considerações do plano terrestre,mas por dentro, estamos na sombra da ignorância.
È por isso que geramos, em nosso prejuízo, o clima de medo, em que os monstros do egoísmo, da discórdia, do desespero e da crueldade se desenvolvem, tanto quanto a cultura de várias enfermidades prolifera na podridão.
Não te percas, desse modo, nas idéias Inquietante ou destruidoras do medo, capazes de operar a ruína dos melhores impulsos, porque se utilizas a fortaleza da coragem, o amor e a moderação - talentos de que o Senhor te investiu em favor do próprio aperfeiçoamento - seguirás para diante, na Terra e além da Terra, com a luz do coração e a paz da consciência.
  

domingo, 19 de fevereiro de 2017

LIVRO PALAVRAS DE VIDA ETERNA - CAP. 83 - PRESENÇA DIVINA - MARIA CAMPOS - 19/02/2017

PRESENÇA DIVINA

"Eis que estou convosco até o fim dos séculos..."
Jesus ( Mateus, 28:20)


Pastores religiosos dos diversos templos cristãos declaram, todos os dias e por toda a parte, que Jesus está com os lideres mundiais, com os cientistas da Terra, com os orientadores da mente popular e com todas as linhas da civilização; entretanto, vemos a maioria dos condutores e dos conduzidos do mundo, em franca discórdia, exibindo aqui e ali conflitos de sangue e ódio.
Tudo parece desmentir a boca otimista dos pregadores, tal a ventania de desavenças que sopra de todas as direções.
Os expositores do Evangelho, no entanto, conservam precisão matemática em semelhantes afirmativas.
Jesus não formulou promessas frustradas...
Estará, sim, com todos os corações na Terra, sempre e sempre: contudo a Doutrina Espírita, suplementando as anotações do Testamento do Cristo, vem explicar, sem sombra de dúvida, que o Mestre está e estará com toda a Humanidade, mas apenas conheceremos fruto visível e imediatamente aproveitável de sua presença sublime, na criatura terrestre, dessa ou daquela posição, que esteja também com Ele.

sábado, 11 de fevereiro de 2017

LIVRO PALAVRAS DE VIDA ETERNA - CAP. 82 - TUA OBRA - MARIA CAMPOS - 02/02/2017

TUA OBRA

“Mas prove cada um a sua própria obra e terá glória só em si mesmo e não noutro.”
Paulo. (GALATAS, 6:4.)


Ainda mesmo que te sintas em lugar impróprio às tuas aptidões e mesmo que as tuas atividades pareçam sem qualquer importância, lembra-te de que a Lei do Senhor te coloca presentemente na condição em que podes produzir melhor e aprender com mais segurança.
Tens, assim, a tua obra particular e intransferível na execução do plano universal de Deus.
Não aspires, desse modo, a assumir, de imediato, as responsabilidades daqueles que se encontram expostos à multidão, a pretexto de desempenhares mandato especial, ante a Providência Divina.
A tarefa de que te incumbes, nos últimos degraus ou no plano mais obscuro do lar, é de suma importância nos desígnios do Senhor. A folha de papel que te sai das mãos pode ser aquela em que se grafarão palavras destinadas ao consolo de toda a comunidade, e o menino que te obriga a pesadas noites de insônia pode trazer consigo o trabalho de auxílio providenciai a um povo inteiro. A fonte que proteges, em muitas ocasiões, será o alimento para milhares de criaturas, e a árvore que plantas dar-te-á, talvez amanhã, o remédio de que precises.
Tua obra de hoje é o serviço que o Senhor te deu hoje a realizar. Faze-o do melhor modo, recordando que, apesar da grandeza divina do nosso Divino Mestre, foi ele, um dia, na Terra, humilde criança, constituindo obra de abnegação e de amor para os braços de pobre mãe, recolhida temporariamente à estrebaria, sem conforto e sem lar.
  

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

LIVRO PALAVRAS DE VIDA ETERNA - CAP. 81 - PROSSEGUINDO - MARIA CAMPOS - 02/02/2017

PROSSEGUINDO    

“Prossigo para o alvo...” – Paulo. (FILIPENSES, 3:14.)  
   
Encontras o semblante amargo da solidão no momento em que as circunstâncias te compelem a deixar o conhecido.  
Supõe que a construção de toda a existência desaba sobre ti mesmo, como se a ausência da moldura familiar te rasgasse o quadro da própria alma.  
Corações amigos, atraídos por outras sendas, abandonaram-te os ideais; pessoas queridas deixaram-te a sós; aposentaram-te a distância do trabalho de muitos anos, ou a morte, de passagem, ceifou o sorriso dos companheiros que te eram mais caros...  
Sentes, por vezes, que estás deixando para trás tudo o que te parece mais valioso, entretanto, não mais é verdade.  
Basta jornadeies corajosamente adiante e, buscando expressar-te em novas formas, reconhecerás que o amor e o trabalho são mais belos em teu caminho:  
Compreenderás, então, que podes adicionar novas parcelas de alegria à felicidade dos que mais amas e que podes servir com mais entendimento às aspirações que te inspiram a marcha.  
Se a vida te apresenta a fisionomia triste da solidão, recorda a própria imortalidade e não te detenhas.  
O menino deixa a infância para entrar na mocidade, o jovem deixa a mocidade para entrar na madureza, o adulto deixa a madureza para entrar na senectude e o ancião deixa a extrema velhice para entrar no mundo espiritual, não como quem perde os valores adquiridos, mas sim prosseguindo para o alvo que as Leis de Deus nos assinalam a cada um...   

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

LIVRO PALAVRAS DE VIDA ETERNA - CAP. 80 - BENDIGAMOS - MARIA CAMPOS - 09/01/2017

BENDIGAMOS

"Porque quem quer amar a vida e ver os dias bons, refreie a sua língua contra o mal..” – Pedro.
( PEDRO. 3:10.)

Não vale condenar.
O desmentido talvez chegue hoje, de maneira imprevista, porque a misericórdia é alicerce da lei de Deus.
Reflete quantas vezes já observaste o socorro invisível ao que era tido em conta de mal irremediável.
Viste doentes graves voltarem repentinamente à saúde, quando já se achavam sentenciados à morte.
Conheceste malfeitores que se transformaram em homens de bem, quando pareciam totalmente afundados na delinquência.
Tateaste problemas complexos que encontraram equação de improviso, quando se te afiguravam plenamente insolúveis.
Choraste sobre situações inquietantes que tomaram rumo salvador, quando tudo te fazia crer em tragédia.
Seja qual seja a provação em curso, refreia a língua para que a tua língua não amaldiçoe.
É possível estejas vendo tudo em derredor de teus passos pelo prisma do desespero...
Entretanto, asserena-te e aguarda, confiante, porque,se a Misericórdia de Deus ainda não está alcançando o teu quadro de luta,permanece a caminho.

domingo, 15 de janeiro de 2017

LIVRO PALAVRAS DE VIDA ETERNA - CAP. 79 - PACIFIQUEMOS - MARIA CAMPOS - 15/01/2017

PACIFIQUEMOS

"Bem-aventurados os pacificadores,porque serão .
chamados filhos de Deus." 

JESUS (MATEUS, 5:9)

Não adianta estender a guerra nervosa.
A contradita esperar-te-á em cada canto, porque a paz é fundamento da Lei de Deus.
Observa as catástrofes que vão passando...
Vezes sem conta, o homem faz-se o lobo do próprio homem, destruindo o campo terrestre; mas Deus, em silêncio, determina que a erva cubra de novo o solo, colocando a flor na erva e formando o fruto no corpo da própria flor.
Vulcões arruínam extensas regiões, mas Deus restaura as paisagens dilaceradas.
Maremotos varrem cidades, mas Deus indica-lhes outro lugar e ressurgem mais belas.
Terremotos trazem calamidades, aqui e ali, mas Deus reajusta a fisionomia do Globo.
Moléstias estranhas devastam populações inteiras, mas Deus inspira a cabeça de cientistas abnegados e liquida as epidemias.
Tempestades, de quando em quando, sacodem largas faixas da Terra, mas Deus, pelas forças da Natureza, faz o reequilíbrio de tudo.
Não te entregues ao pessimismo em circunstância alguma.
Tudo pode ser, agora, diante de ti, aflição e convulsão; contudo, tranquiliza a vida em torno, quanto puderes, porque a paz chegará pelas mãos de Deus.
  

sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

LIVRO PALAVRAS DE VIDA ETERNA - CAP. 78 - MELHORANDO SEMPRE - MARIA CAMPOS - 06-01-2017

MELHORANDO SEMPRE 

“Estamos orando a Deus para que não façais mal algum, não para que simples-mente pareçamos aprovados, mas para que façais o bem...” – Paulo. (II CORÍNTIOS, 13:7).


Evidentemente, não podes garantir a felicidade do mundo que se encontra, de maneira constante, sob o impacto das lutas evolutivas que lhe orientam a marcha, entanto, ninguém está impedido de cultivar o trato de terra em que vive, amparando uma árvore amiga ou alentando uma flor.
Certo, não podes curar as chamadas chagas sociais, indesejáveis mas compreensíveis numa coletividade de espíritos imperfeitos quais somos ainda todos nós, em regime de correção e aperfeiçoamento, contudo, ninguém está impossibilitado de proceder honestamente e apoiar os semelhantes com a força moral do bom exemplo.
Sem dúvida, não podes socorrer a todos os enfermos que choram na Terra, entretanto, ninguém está proibido de atenuar a provação de um amigo ou de um vizinho, propiciando-lhe a certeza de que o amor não desapareceu dos caminhos humanos.
Indiscutivelmente, não podes sanar as dificuldades totais da família em que nasceste, todavia, ninguém está interditado, no sentido de ajudar a um parente menos feliz ou cooperar na tranqüilidade que se deve manter em casa.
Não te afastes da cultura do bem, sob o pretexto de nada conseguires realizar contra o domínio das atribulações que lavram no Planeta.
O Senhor nunca nos solicitou o impossível e nem nunca exigiu da criatura falível espetáculos de grandeza compulsória.
Conquanto existam numerosos desertos, a fonte pequenina corre, confiante, fecundando a gleba em que transita.
Não nos é facultado corrigir todos os erros e extinguir todas as aflições que campeiam nas trilhas da existência, mas todos podemos atravessar o cotidiano, melhorando a vida e dignificando-a, em nós e em torno de nós.
  

domingo, 1 de janeiro de 2017

LIVRO PALAVRAS DE VIDA ETERNA - CAP. 77 - SE PROCURAS O MELHOR - MARIA CAMPOS - 01-01-2017

SE PROCURAS O MELHOR

“Tenha, porém, a paciência a sua obra perfeita para que sejais perfeitos e completos, sem faltar em coisa alguma.”
(TIAGO, 1:4)


A paciência vive na base de todas a.s boas obras.
Acalentarás sublime ideal; contudo, se não tens paciência de realizá-lo...
Sonhas cumprir elevada missão; mas, se não tens paciência de sofrê-la...
Levantarás preciosa instituição; contudo, se não tens paciência de sustentá-la...
Queres a felicidade no lar; mas, se não tens paciência de construí-la...
Planejas belo futuro para teu filho, contudo, se não tens paciência de educá-lo...
Aspiras a determinada profissão; mas, se não tens paciência de aprendê-la...
Sem paciência, os mais altos projetos resultam em frustração.
Observa o pomicultor que deseja fruto na árvore.
Primeiro, a paciência de preparar a, gleba. Em seguida, a paciência de plantar, de cultivar, de defender, de auxiliar e de esperar a colheita madura.
O tempo não respeita as edificações que não ajudou a fazer.
Se procuras o melhor, não desprezes a paciência de trabalhar para que o melhor te encontre e ilumine.
Em todo caminho, sem paciência perfeita, não há possibilidade de perfeição.