sábado, 16 de setembro de 2017

LIVRO PALAVRAS DE VIDA ETERNA - CAP. 108 - PAZ EM CASA - MARIA - 16/09/2017

PAZ EM CASA

...e em qualquer casa onde entrardes,dizei antes:
“paz seja nesta casa” – Jesus (Lucas 10:5)


Compras na terra o pão e a vestimenta, o calçado e o remédio, menos a paz.
Dar-te-á o dinheiro residência e conforto, com exceção da tranquilidade de espírito.
Eis porque nos recomenda Jesus venhamos a dizer, antes de tudo, ao entramos numa casa: "paz seja nesta casa".
A lição exprime vigoroso apelo à tolerância e ao entendimento.
No limiar do ninho doméstico, unge-te de compreensão e de paciência, a fim de que não penetres o clima dos teus, à feição de inimigo familiar.
Se alguém está fora do caminho desejável ou se te desgostam arranjos caseiros, mobiliza a bondade e a cooperação para que o mal se reduza.
Se problemas te preocupam ou apontamentos te humilham, cala os próprios aborrecimentos, limitando as inquietações.
Recebe a refeição por bênção divina.
Usa portas e janelas, sem estrondos brutais.
Não movas objetos, de arranco.
Foge à gritaria inconveniente.
Atende ao culto da gentileza.
Há quem diga que o lar é ponto do desabafo, o lugar em que a pessoa se desoprime.
Reconhecemos que sim; entretanto, isso não é razão para que ele se torne em praça onde a criatura se animalize.
Pacifiquemos nossa área individual para que a área dos outros se pacifique.
Todos anelamos a paz do mundo; no entanto, é imperioso não esquecer que a paz do mundo parte de nós.
  

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

LIVRO PALAVRAS DE VIDA ETERNA - CAP. 107 - COMPAIXÃO EM FAMÍLIA - MARIA - 08/09/2017

COMPAIXÃO EM FAMÍLIA

"Mas se alguém não tem cuidado dos seus e, principalmente dos da sua família, negou a fé ..." Paulo. (I Timóteo, 5:8. )


São muitos assim,
Descarregam primorosa mensagem nas assembléias, exortando o povo à compaixão; bordam conceitos e citações, a fim de que a brandura seja lembrada; Entretanto, no instituto doméstico, são carrascos de sorriso na boca.
Traçam páginas de subido valor, em honra da virtude, comovendo multidões; mas não gravam a mínima gentileza nos corações que os cercam entre as paredes familiares.
Promovem subscrições de auxílio público, em socorro das vítimas de calamidades ocorridas em outros continentes, transformando-se em titulares da grande benemerência; contudo, negam simples olhar de carinho ao servidor que lhes pões a mesa.
Incitam a comunidade aos rasgos de heroísmo econômico, no levantamento de albergues
e hospitais, disputando créditos publicitários em torno do próprio nome; entretanto, não hesitam exportar, no rumo do asilo, o avô menos feliz que a provação expões à caducidade.
Não seremos nós quem lhes vá censurar semelhante procedimento.
Toda migalha de amor está registrada na lei, em favor de quem a emite.
Mais vale fazer bem aos que vivem longe, que não fazer bem algum.
Ajudemos, sim, ajudemos aos outros, quanto nos seja possível; entretanto, sejamos igualmente bons para com aqueles que respiram em nosso hálito. Devedores de muitos séculos, temos em casa, no trabalho, no caminho, no ideal ou na parentela, as nossas principais testemunhas de quitação.
  

sábado, 26 de agosto de 2017

LIVRO PALAVRAS DE VIDA ETERNA - CAP. 106 - CONFIEMOS SERVINDO - MARIA - 26/08/2017

CONFIEMOS SERVINDO"Assim também a fé, se não tiver obras, está morta em si mesma.”
(TIAGO, 2:17.)


Asseguras o mérito da semente, valorizando--lhe as qualidades, mas, se alguém foge de plantá-la, todo o teu esforço verbal terá sido vão.
Gabas-te de possuir primorosos talentos artísticos; no entanto, se não trabalhas por expressá-los, descerás fatalmente ao ridículo diante dos que te ouvem.
Esboças valioso projeto para o levantamento de largo edifício; entretanto, se não promoves a construção, os teus planos, por mais belos, estarão relegados ao mofo.
Confias plenamente no credor que te emprestou recursos determinados; todavia, se não pagas a dívida, serás levado à insolvência.
Apregoas as vantagens de certa máquina, mas, se ninguém lhe experimenta os mecanismos na atividade, o engenho, por mais precioso, acabará esquecido por traste inútil.
Assim também nos assuntos da alma. Em verdade, reverenciamos a Providência Divina, depositamos em Cristo a nossa esperança, admiramos a virtude e acreditamos na força do bem; contudo, se nada realizamos, na esfera das boas obras, a nossa fé pode ser vigorosa e resplendente, mas não adianta.
  

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

LIVRO PALAVRAS DE VIDA ETERNA - CAP. 104 - EXISTIMOS - MARIA - 21/08/2017 (ÁUDIO/VÍDEO)

LIVRO PALAVRAS DE VIDA ETERNA - CAP. 105 - ESTEJAMOS ATENTOS - MARIA - 21/08/2017

ESTEJAMOS ATENTOS

“... Se o Senhor quiser, e se vivermos, faremos isto ou aquilo.”
(TIAGO, 4:15.)


Age para o bem, sabendo que apenas o bem guarda força bastante para o sustento da paz.
Além disso, se o conhecimento superior já te clareia o espírito, não desconheces que todas as nossas realizações estão subordinadas à Divina Supervisão.
A criatura humana dispõe de livre arbítrio para criar o destino, porém, cada individualidade, nesse ou naquele plano de existência, atua num campo determinado de tempo.
Tiranos e santos, malfeitores e heróis atingem sempre um limite da estrada em que o Mundo Maior lhes impõe a pausa de exame.
Todas as grandes figuras de ontem e todas as grandes personalidades, na Terra de hoje, conheceram e conhecerão o momento em que a vida lhes adverte: "não mais além”.
Forma, pois, os teus planos de ação, usa a inteligência, maneja a autoridade, cunha as palavras, mobiliza as relações, aproveita os laços afetivos, aplica o dinheiro, desenvolve o trabalho e assinala a tua presença, onde estiveres, atendendo ao bem para o bem de todos, porquanto, creiamos ou não, aceitemos a verdade ou recusemo-la, seja errando para aprender ou acertando paira elevar, a nossa tarefa chegará simplesmente até o ponto que o Senhor permitir.
  

domingo, 30 de julho de 2017

LIVRO PALAVRAS DE VIDA ETERNA - CAP. 103 - PRODUZIMOS - MARIA - 30/07/2017

PRODUZIMOS

“Permanecei em mim e eu permanecerei em vós.
Como não pode o ramo produzir fruto de si mesmo, se não permanecer na videira, assim nem vós o podeis dar, se não permanecerdes em mim.” – Jesus. (JOÃO, 15:4,)


Produzimos.
Tudo o que é alguma coisa produz algo.
Elementos considerados desprezíveis estão fazendo isso ou aquilo.
Pedras produzem aspereza.
Espinhos produzem lacerações.
Lama produz sujidade.
Martelo produz. golpes.
Entretanto, se produzimos para o bem, esses mesmos recursos, em nossas mãos, vêem-se promovidos a instrumentos valiosos, porquanto, pedras ajudam nas construções, espinhos de natureza técnica podem colaborar no serviço cirúrgico, lama devidamente tratada é terra de sementeira, e martelo controlado é auxiliar prestimoso.
Cada criatura, desse modo, produz conforme os agentes em que se inspira.
Os seres mais lastimáveis, ainda que não queiram, estão produzindo sempre.
O delinquente produz o desequilíbrio.
O viciado produz o desregramento.
O preguiçoso produz a miséria.
O pessimista produz o desânimo.
Onde estiveres, estás produzindo, de acordo com as influências a que te afeiçoas, e atuando mecanicamente sobre todos aqueles que se afeiçoam ao teu medo de ser.
Todos produzimos, inevitavelmente.
Aprendizes do Evangelho, na escola espírita-cristã, recordemos, pois, a lição do Cristo:
“Permanecerei convosco se permanecerdes em mim.”
  

quinta-feira, 20 de julho de 2017

LIVRO PALAVRAS DE VIDA ETERNA - CAP. 102 - NAS CONTAS - MARIA - 20/07/2017

NAS CONTAS

"De maneira que cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus."
Paulo (Romanos, 14:12)
Benfeitores garantem.
Instrutores educam.
Pastores guiam.
Amigos amparam.
Companheiros alentam.
Adversários avisam.
Relações ajudam.
Preces iluminam.
Lições preparam.
Dificuldades adestram.
Provas definem.
Dores corrigem.
Lutas renovam.
Problemas propõem.
Soluções indicam.
Atitudes revelam.
Lágrimas purificam.
Experiências marcam.
Entretanto, segundo a palavra do Apóstolo Paulo, todas as criaturas e todas as situações, todas as circunstâncias e todas as coisas foram dispostas, nas contas da Lei, de "maneira que cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus."
  

sábado, 15 de julho de 2017

LIVRO PALAVRAS DE VIDA ETERNA - CAP. 101 - DE ACORDO - MARIA - 15/07/2017

DE ACORDO

“O qual recompensará a cada um, segundo as suas obras.” Paulo. (ROMANOS, 2:6.)


A vida, exprimindo os desígnios do Criador, assumirá para contigo atitudes que assumes para com ela.
Honra aos títulos que procuras honrar.
Tratamento correto à conduta correta.
Dignidade ao que dignificas.
Experiência na pauta de tua escolha.
Instrução no nível que te colocas.
Confiança no grau de tua fé.
Distinção naquilo em que te distingues.
Respeito em tudo o que te faças respeitável.
Versão disso ou daquilo, conforme os teus desejos.
Clareza ao que alimpes.
Isso significa, igualmente, que seja qual for a posição em que te situes, tens a resposta da Vida na vida que procuras.
É assim que dor ou alegria, paz ou inquietação, merecimento ou desvalia, sombra ou luz, em nosso caminho, será sempre salário moral, de acordo com as nossas próprias obras.